Focar no problema, só o torna maior

Mario Andretti foi um dos pilotos de Fórmula 1 mais bem sucedido de todos os tempos. Em uma entrevista, foi questionado qual o conselho mais importante que ele daria aos futuros pilotos.

Sua resposta foi:

“Se você cair fora da pista, não olhe para a parede, ou você vai bater de cheio nela. Alinhe o seu olhar de volta para a estrada. Seu carro vai para onde você olha. “

O motorista sabe que o muro está lá. Ele não finge que não há nada de errado. Mas com o conhecimento do problema, ele volta sua atenção o mais rápido possível para o objetivo, para o lugar aonde ele quer ir.

As estatísticas dos Estados Unidos mostram que lá existem muitas batidas nas estradas, em postes de telefone. Embora estajam localizados a grandes distâncias entre si e não haja nada entre um e outro, as pessoas, ao desviarem da estrada, ficam em pânico. Se concentram nos postes e batem diretamente contra eles.

O mesmo se aplica a muitas dificuldades em nossas vidas.

Muitas vezes nos concentramos muito no problema e com isso, o tornamos ainda maior.

As preocupações e medos que começam pequenos se tornam cada vez maiores quando nossos pensamentos e atenção se se ocupam tempo suficiente com eles. As “profecias” auto-realizáveis, só ocorrem porque estávamos esperando por elas (eu sabia que isto aconteceria!). Em todas essas vezes em que eu girava em torno de um problema, já não tinha mais forças para solucioná-lo, e já não podia mais enxergar uma solução por que uma nuvem a cobriu em minha mente.

O que eu quero aprender? Virar o mais rápido possível minha cabeça em direção ao que eu quero seguir. E  estar consciente do que é conhecido na antiga filosofia havaiana Huna :

A energia flui onde a atenção vai.

 

One Reply to “Focar no problema, só o torna maior”

  1. Pingback: Milana Travis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *